quinta-feira, 16 de março de 2017

Bagels


De acordo com o Tomás, o “especialista” em Bagels cá de casa, “um Bagel é... um pão! Mas é um pão especial, é uma rodinha, fofinha por dentro e estaladiça por fora.” Meu querido Tomás, não conseguiria descrevê-lo melhor!
Os ingredientes são básicos: farinha, fermento, água. A confeção é que é um bocadinho diferente: primeiro são escaldados em água a ferver e só depois vão ao forno.
Os Bagels são bastante populares pelo mundo. Facilmente os encontramos em grandes cidades como Nova Iorque, Toronto, Londres, Paris, Amesterdão ou Zurique.
A sua origem é desconhecida. No entanto, há várias referências a que, no ano de 1683,  um padeiro austríaco quis homenagear o Rei da Polónia, por ter salvo o seu povo de um ataque de invasores turcos. O padeiro moldou o pão em forma de círculo. O círculo era parecido com um estribo… a palavra austríaca para estribo é “beugel”. 
Os Bagels foram levados para os EUA por imigrantes judeus do leste europeu no final do século XIX. E aí a moda alastrou-se. Hoje os Bagels fazem parte da cultura gastronómica norte-americana. Podemos encontra-los simples ou com recheios doces ou salgados.
Cá em casa duram pouco e são muito difíceis de fotografar! Isto porque, desaparecem rapidamente. É vê-los a “fugir” sozinhos ou então, acompanhados com manteiga, fiambre, salmão e queijo fresco, compotas e até mesmo Nutella.

Para os preparar temos uma grande ajuda: as formas cónicas da Lékué. Têm um design inovador, projetado para preparar Bagels de forma fácil e divertida: ajudam a dar forma ao Bagel, mantêm a forma redonda e o orifício ao serem fervidos, drenam a água e conseguem um Bagel muito mais crocante. Pode adquirir as formas da Lékué na loja da Sweet Selection.

Para o fermento:

  • 15 gr de fermento fresco ou 6 gr de fermento biológico seco
  • meia colher (chá) açúcar
  • 125 gr de água à temperatura ambiente
Para a massa:
  • 240 gr de farinha
  • Meia colher (chá) de sal
  • 30 gr de açúcar
  • 30 gr de manteiga
Para ferver:
  • água
  • 1 colher (chá) de bicarbonato
Para decorar:
  • Sementes de sésamo q.b.
  1. Pré aquecer o forno;
  1. Colocar numa tigela todos os ingredientes do fermento. Reservar;
  1. Colocar todos os ingredientes secos para a massa numa tigela;
  1. Adicionar aos ingredientes secos a mistura do fermento e depois a manteiga à temperatura ambiente;
  1. Amassar até obter uma textura suave;
  1. Formar uma bola com a massa, colocar dentro de uma tigela, tapar com um pano e deixar repousar cerca de 1 hora para levedar (evite correntes de ar);
  1. Depois de levedar, dividir a massa em 6 partes (+-70 gr cada);
  1. Formar bolas e colocar as bolas nas formas dos Bagels;
  1. Deixar repousar cerca de 20 minutos;
  1. Colocar água com o bicarbonato numa panela e levar ao lume. Quando começar a ferver, mergulhe as formas com a massa cerca de 10 segundos cada (o Bagel é fervido para melhorar a textura);
  1. Salpicar os Bagels com as sementes de sésamo e levar ao forno, nas formas durante cerca de 15 minutos (200º)


Bem, agora pode comer simples, com manteiga, salmão fumado e cebolinho, compotas ... dê largas à sua imaginação!


3 comentários:

cozinha100segredos disse...

As saudades de comer um! Quando estive nos estados unidos era o meu pequeno-almoço quase todos os dias! Posso perguntar onde adquiriste as formas? beijinhos

Flor de Sal disse...

Cozinha 100segredos as formas foram dos Bagels são da loja Sweet Selection. Tem o link da loja no texto da postagem. Kisses

Bombom disse...

Olá Flor de Sal, o teu Tomás é um espectáculo e deve ser um grande ajudante!
Gostei muito da tua receita de Bagels. Provei pela primeira vez em San Diego, quando fui visitar o filho, nora e netos e gostei muito do sabor e da textura.
A tua receita está muito bem explicada e de certeza que logo que possa vou experimentar, para matar saudades. Um abraço da Bombom.