sábado, 28 de novembro de 2020

Bolo Rei 👑🌲👑


Que delicioso cheiro a Natal inundou a casa! 
Resolvemos experimentar uma nova receita de Bolo Rei. Encontramos a receita no youtube no canal "Como Faço"... adaptamos ligeiramente  e ... está aprovadíssima! 

👑

. 600 g de farinha T65 sem fermento
. 150 g de açúcar 
. 4 + 1 ovos
. 150 g de frutas cristalizadas 
. 150 g de frutos secos ( noz, avelã, amêndoa)
. 100 ml de leite
. 40 g de fermento de padeiro fresco
. 100 g de manteiga sem sal
. 4 colheres (sopa) de aguardente
. 3 colheres (sopa) de vinho do Porto
. Raspa de uma laranja
. Frutas cristalizadas, frutos secos e açúcar em pó para decorar.


1. Desfazer bem o fermento no leite morno e reservar;
2. Misturar a farinha, o açúcar, 4 ovos, a manteiga (à temperatura ambiente), a aguardente, o vinho do Porto, a raspa de laranja e o fermento. Amassar bem ou usar uma batedeira com gancho;
3. Depois de bem amassado / batido, deixar a massa descansar 15 minutos;
4. Envolver, devagar, as frutas na massa. 


5. Colocar a massa sobre uma superfície enfarinhada e moldar a nassa em forma de bola; 


6. Tapar com um pano e deixar descabsar mais 15 minutos;
7. Fazer um buraco no meio da bola e ir alargando até formar uma coroa;


8. Colocar num tabuleiro untado / com papel vegetal teflonado ou tapete de silicone e deixar levedar cerca de uma hora.
Para levedar colocar dentro do forno ( desligado), tapado com um pano. Para acelerar o processo, colocar um recipiente com água a ferver dentro do forno ( dica do Nuno, do canal "Como Faço"👍).  Quando duplicar de tamanho está pronto!


9. Pincelar o bolo rei combum ovo batido com 1 colher ( sopa) de água ( não vai precisar da quantidade toda de ovo batido);
10. Decorar a gosto com frutos secos e frutas cristalizadas;

11. Levar ao forno, pré aquecido a 180°, cerca de 40 minutos;
12. Retirar do forno, deixar arrefecer um pouco e polvilhar com açúcar em pó!


domingo, 22 de novembro de 2020

Coroa de Maçã

Um docinho muito fácil de fazer!

2 maçãs cortadas em fatias finas
2 ovos
3 colheres (sopa) açúcar
2 colheres (sopa) de leite
2 colheres (sopa) de óleo 
Meia chávena de farinha
1 colher (chá) de fermento
Açúcar e canela q.b. para polvilhar

1. Untar uma forma com manteiga e polvilhar com açúcar ( vai dar crocância);
2. Bater os ovos com o açúcar ( com um fuet);
3. Adicionar o leite e o óleo e bater mais um pouco;
4. Envolver a farinha e o fermento e reservar;
5. Colocar as fatias de  maçã no fundo da forma. Se não tiver uma forma em forma de coroa utilize uma de tarte, bolo, pirex...;

6. Colocar a massa por cima das maçãs;

7. Levar ao forno, pré aquecido a 180°, cerca de 25 minutos;
8. Desenformar e polvilhar com uma mistura de açúcar e canela.

quinta-feira, 20 de agosto de 2020

Shiiiiiu... Caladinhos de Santa Maria da Feira


Caladinhos... doces típicos de Santa Maria da Feira. 
(Versão II )

4 gemas
4 ovos inteiros
500g de açúcar
65Og de farinha

1. Bater os ovos inteiros e as gemas com o açúcar muito bem, durante cerca de 10 minutos;
2. Misturar a farinha com a mistura de ovos e açúcar;
3. Moldar bolas com as mãos ou com a ajuda de 2 colheres e colocar num tabuleiro untado e enfarinhado ... ou, diretamente no tapete de silicone da tupperware;
4. Levar ao forno pré aquecido a 180°, com ventoinha, cerca de 8 minutos;
5. Retirar os caladinhos do forno ainda um pouco crús porque secam muito depois de frios.

quarta-feira, 17 de junho de 2020

Bolo de Pão de Queijo



         
 
Um bolo com sabor a pão de queijo, morno e um café! Paraíso. 

 
                    4 ovos médios
2 chávenas (240ml)de polvilho doce
1 chávena de polvilho azedo
1 chávena de leite
1 chávena mal cheia de óleo
1 pitada de sal;
100 g de queijo mozzarella ralado
50 g de queijo da ilha
1 colher de sopa de fermento em pó
🧀
1. Pré-aquecer o forno a 180 graus durante 20 minutos;
2. Untar uma forma com óleo;
3. Bater no liquidificador os ovos, o leite e o óleo por cerca de 3 minutos;
4. Numa taça misturar os polvilhos, o sal, os queijos e o chouriço (em cubinhos);
5. Misturar o que foi batido no liquidificador;
6. Por fim colocar o fermento e mexer devagar
7. Colocar este preparado no forno a 180 graus durante 30 minutos.
 
📌Use o testo do palito. So retirar da forma quando estiver morno.
 
A receita é da Joana Maria Brito da página
Joana's Kitchen



 

quarta-feira, 20 de maio de 2020

Bolo de Chocolate, Café e um "drizzle" de Whisky


Um bolo de chocolate, aromatizado com café e whisky... com uma cor fantástica... super fácil de confecionar!


  • 200g de farinha
  • 150g de açúcar
  • 100g de chocolate em pó
  • 2 ovos
  • 100 ml de café
  • 100 ml de leite
  • 50 ml de óleo
  • 1 colher (chá) de fermento
  • 1 colher (café) bicarbonato de sódio
  • 3 colheres (sopa) de whisky



  1. Pré aquecer o forno a 180º;
  2. Colocar todos os ingredientes numa bacia e bater até obter uma mistura homogénea;
  3. Levar ao forno numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha, cerca de 45 minutos (fazer o teste do palito para verificar se está cozido).

domingo, 17 de maio de 2020

Cheesecake de Frutos Vermelhos



Acredito que quase todas as famílias têm a sua receita de cheesecake... normalmente coberto com um delicioso molho/ compota de frutos vermelhos. Fazer um cheesecake não é difícil mas há que ter em atenção alguns truques... como por exemplo... o cheesescake precisa de descansar para ficar bem firme e para sair bem da forma. O melhor é fazer na véspera!
A receita que geralmente uso é da Ligia Tavares, com algumas alterações. Gosto desta receita porque se consegue diminuir a quantidade de manteiga na base e do sabor a iogurte e limão no recheio. Delicioso!

Para a base
180g de bolachas de aveia trituradas
40g de manteiga derretida
4 colheres de sopa de leite
Para o recheio
200g de queijo creme (à temperatura ambiente)
150g de iogurte natural (grego de preferência)
150g de açúcar
5 folhas de gelatina incolor
200ml de natas bem frias
1 colher (sopa) de sumo de limão
Para a cobertura
400 g de frutos vermelhos congelados
125g de açúcar
2 folhas de gelatina

  1. BASE: misturar as bolachas trituradas com a manteiga e o leite até obter um género de areia grossa;
  2. Colocar esta massa numa forma de aro amovível e pressionar até cobrir bem o fundo;
  3. Levar ao frigorífico;
  4. RECHEIO: demolhar as folhas de gelatina;
  5. Numa taça, bater muito bem o queijo creme com o iogurte e o açúcar até obter um creme bem liso e acetinado;
  6. Bater as natas com o sumo de limão até ficarem bem firmes;
  7. Envolver o creme de queijo com as natas batidas;
  8. Escorrer as folhas de gelatina, dissolver num pouco de água quente, deixar arrefecer um pouco e depois, envolver no recheio;
  9. Colocar o recheio na forma, por cima da massa de bolacha;
  10. Levar ao frigorífico para ficar firme;
  11. COBERTURA: demolhar as folhas de gelatina;
  12. Levar ao lume os frutos vermelhos com o açúcar e o sumo de limão e deixar ferver moderadamente até os frutos estarem bem cozidos;
  13. Retirar do lume e triturar com a varinha mágica;
  14. Escorrer as folhas de gelatina, envolver bem nos frutos vermelhos e deixar arrefecer um pouco;
  15. Colocar o doce de frutos vermelhos por cima do recheio e levar novamente ao frigorífico para prender bem.
  16. Na altura de servir, desenforme com cuidado e decore ao seu gosto.
















sexta-feira, 15 de maio de 2020

Broa de Milho


Um clássico das nossas padarias e que vai bem com tudo! É com sardinhas,  é com enchidos, é com bacalhau e até mesmo com uma "manteiguinha"!

1kg de farinha de milho
450g de farinha de trigo sem fermento
250g de farinha de centeio
1250 ml de água
1 colher (sopa) de sal
20g de fermento de padeiro
1 colher (chá) de açúcar 


1. Escaldar a farinha de milho com 650ml de água a ferver. Ir envolvendo com uma colher de pau. Quando suportar a temperatura amassar com as mãos, formar uma bola e deixar descansar 1 hora, tapada com um pano;
2. Dissolver o fermento com a restante água morna e o açúcar e deixar descansar cerca de 10 minutos;
3. Numa bacia grande juntar as farinhas, a massa de milho, o sal e o fermento. Amassar bem, com as mãos ou na batedeira ( com o gancho para pão);
4. Formar uma bola e deixar levedar cerca de 1 hora, tapada com um pano;
5. Depois de levedar, formar as broas (fiz quatro) e dispor no tabuleiro do forno, de preferência sobre uma folha de papel vegetal;
6. Deixar descansar cerca de 20 minutos, tapadas com um pano;
7. Levar ao forno, pré esquecido  a 200°, cerca de 1 hora.
👌
Receita (ligeiramente alterada) do blog Sónia Meirinho.

sexta-feira, 8 de maio de 2020

Favas com Chouriço, Bacon e Morcela


E para jantar... 
Favas com chouriço, bacon e morcela!
Um prato que só sai uma vez por ano, com favas da mãe e com os melhores enchidos que conseguir arranjar. Sim, é uma bomba mas, para mim, explica muito bem o conceito de "confort food"!
😋
Favas descascadas e sem "camisa"
Cebola picada
Alho picado
1 folha de loiro
Azeite
Bacon
Chouriço 
Morcela
😋
1. Fazer um refogado com a cebola, o alho e o louro;
2. Quando a cebola estiver corada acrescentar o bacon e o chouriço cortados em pedaços e deixar "fritar" um pouco;
3. Acrescentar um pouco de água e a morcela inteira e deixar cozer durante algum tempo. Ir vigiando para não ficar sem água ( não adicione sal - não deve ser necessário por causa dos enchidos);
4. Quando as carnes estiverem cozidas ao seu gosto, retirar a morcela e adicionar as favas. Acrescentar água se necessário;
5. Cortar a morcela em rodelas e juntar às favas 4 ou 5 rodelas e dexar cozinhar ( o objetivo é que fique com um pouco de morcela desfeita);
6. Quando as favas estiverem cozidas, adicionar o resto da morcela, deixar levantar fervura e está pronto!
... gosto de acompanhar com arroz branco.

😋

sexta-feira, 1 de maio de 2020

Bolo Cubano... dos Açores


Bolo Cubano... dos Açores! Uma delícia de coco, canela e caramelo. 
A receita é, tal e qual, da Patrícia, do blog Foodwithameaning

3 ovos
125 g de manteiga
1 chávena de chá de leite
60 g de coco
300 g de açúcar
300 g de farinha com fermento
1 colher de chá de canela
3 colheres de chá de fermento

1. Pré-aqueça o forno a 180ºC;

2.  Caramelizar 200 g de açúcar. Quando o açúcar estiver em caramelo,  retirar do lume e juntar o leite com cuidado. Mexer até que o caramelo se dissolva no leite e deixar arrefecer um pouco;

3. Bater as gemas com 100 g de açúcar e com a manteiga. Juntar a canela, o coco e o caramelo. Adicionar aos poucos a farinha e o fermento peneirados;

4. Bater as claras em castelo e envolver, delicadamente, na massa do bolo;

5. Levar o preparado ao forno, numa forma untada e polvilhada com pão ralado;

6. Cozer durante cerca de  40 minutos a 180ºC.

sexta-feira, 10 de abril de 2020

Regueifa Doce


Depois de muitas pesquisas e muitas dicas recebidas, aqui está a nossa Regueifa Doce! Estamos muito orgulhosos dela. Do seu sabor e do seu aspeto. Muito gratos, a todas as pessoas que, generosamente, partilharam as suas receitas, as suas dicas e os seus "segredos" de família ❤.

.1200g de farinha sem fermento + farinha para polvilhar
.400g de açúcar
.50g de fermento de padeiro fresco
.Leite morno q.b. (usei cerca de 120ml)
.8 ovos 
.125g manteiga amolecida
. Raspa de 1 limão
.1 cálice de vinho do Porto (cerca de 100ml)
. Tempo, muito tempo 😁

⬇️
1. Fazer o crescente 
- Dissolver o fermento no leite morno e deixar descansar 10 minutos;
- colocar 200g de farinha numa bacia, adicionar o leite com o fermento e amassar bem até conseguir uma massa homogénia. Formar uma bola, polvilhar com farinha, tapar com um pano e deixar levedar cerca de 2 horas. ( eu coloco a bacia dentro do forno, desligado - para evitar correntes de ar).

Depois de levedar: 

2. Fazer a massa
-  Numa bacia grande colocar o crescente, o resto da farinha (1kg), o açúcar, a manteiga, a raspa de limão, o vinho do Porto, 5 ovos inteiros e 3 gemas;
- Amassar tudo muito bem. Se tiver uma batedeira com gancho para massas pesadas, tem o trabalho facilitado - bater cerca de 10 minutos. Se for à mão... força, amassar até obter uma massa homogénea, elástica e que se descola das mãos. Poderá ter que acrescentar mais alguma farinha. Trabalhar a massa sempre numa superfície enfarinhada.
- Colocar a massa numa bacia grande enfarinhada, polvilhar com farinha, cobrir com um pano e deixar levedar. Desta vez foram cerca de 6 horas!


(esqueci-me de tirar foto à massa levedada)

3. Moldar as regueifas 
- Dividir a massa em duas partes (para 2 regueifas);
- Dividir uma das partes em 2;
-  Com uma das partes, fazer 2 rolos compridos;
- Entrançar os 2 rolos;
-Unir as duas pontas para um aro;
- Moldar a outra regueifa.
- Colocar as regueifas em 2 tabuleiros, polvilhados com farinha.



4. Levedar mais uma vez
- Deixar levedar de um dia para o outro ( as minhas ficaram a levedar das 11 da noite até às nove da manhã do dia seguinte) ... sempre tapadas com um pano e dentro do forno.


5. Cozer ... finalmente!
- Pincelar as regueifas com 1 ovo batido com 2 colheres de leite; 
- Levar ao forno, pré-aquecido a 180°. Demoraram cerca de meia hora a cozer, mas vai depender do seu forno. O melhor será fazer o teste do palito.