terça-feira, 11 de Novembro de 2014

No dia de S. Martinho come-se castanhas e bebe-se o vinho!


Porque hoje é dia de S. Martinho vamos lá assar as castanhas e provar o vinho novo!

E não se esqueçam que:


  • No dia de S. Matinho, vai à adega e prova o vinho;
  • Verão de S. Martinho são três dias mais um bocadinho;
  • No dia de S. Martinho, castanhas, pão e vinho;
  • As geadas de S. Martinho levam a carne e o vinho;
  • No dia de S. Martinho com duas castanhas se faz um magustinho;
  • Martinho bebe o vinho, deixa a água para o moinho;
  • No dia de S. Martinho fura o teu pipinho;
  • Pelo S. Martinho todo o mosto é bom vinho;
  • No dia de S. Martinho mata o teu porquinho e semeia o teu cebolinho;
  • Quem bebe no S. Martinho faz de velho e de menino;
  • S eo Inverno não erra caminho, temo-lo pelo S. Martinho.



domingo, 9 de Novembro de 2014

Pudim de iogurte e gelatina


Fresco, light, muito fácil de preparar e delicioso!


  • 1 pacote de gelatina a gosto (usei de morango)
  • 3 iogurtes do mesmo sabor da gelatina ou naturais
  • fruta a gosto para decorar
  1. Fazer a gelatina de acordo com as instruções da embalagem, "roubando" um pouco na água (cerca de 50ml). Deixar arrefecer um pouco;
  2. Colocar os iogurtes e a gelatina no liquidificador e misturar tudo muito bem;
  3. Agora é só colocar na forma ou tacinhas individuais e decorar com fruta!

quarta-feira, 5 de Novembro de 2014

segunda-feira, 3 de Novembro de 2014

Peitinhos de frango com crosta de pimentão e coentros


Mais uma receita de frango ... que anda sempre "de roda" na minha cozinha!


  1. Temperar os peitos (pequenos) de frango com sal, pimenta, coentros em pó, pimentão doce e sumo de limão;
  2. Cobrir os peitos de frango com folha de alumínio e pressionar ( traduzindo: dar uns "murros" na carne para entranhar o tempero);
  3. Deixar descansar cerca de 2 horas;
  4. Agora é só pincelar o frango com um pouco de azeite e grelhar!

sábado, 1 de Novembro de 2014

Conserva natural de tomate


Não gosto de congelar tomates. Acho que ficam muito aguados e sem sabor. Quando os tomates abundam gosto de os conservar naturalmente em frascos: sem temperos, azeite ou refogados.
Aqui fica a sugestão:


  1. Em primeiro lugar é necessário esterilizar muito bem os frascos. Colocar os frascos (de vidro) e as respetivas tampas numa panela, cobertos com água e deixar ferver cerca de 10 minutos. Retirar da água e secar muito bem.
  2. Lavar muito bem os tomates e cortar em pedaços (sim, com pele e grainhas). Triturar tudo com a varinha mágica.
  3. Encher os frascos com este puré de tomate e fechar bem com as tampas.
  4. Levar os frascos novamente ao lume, numa panela cobertos com água e deixar ferver cerca de 5 minutos. Apague o lume e deixe os frascos arrefecer dentro da panela.
  5. Agora é só guardar. Garanto que se aguentam o ano inteiro!

sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Happy Halloween

(imagem da net)

Há quem goste e há quem deteste! Cá por casa ... adoramos! E há sempre jantar especial e assustador de Halloween! O jantar ainda está em preparação. Amanhã ou depois publico as fotos ... bastante assustadoras! Por enquanto, deixo o jantar de Halloween, bem simples, do ano passado: 

quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Decorar bolachas com crochet!


Diz-nos a Wikipédia que "A palavra "crochê" tem origem no francês medieval croké, termo que designava um instrumento de ferro recurvado, uma espécie de gancho, que permitia suspender ou segurar alguma coisa. No século XIX, surge na França a expressão broder au crochet (literalmente, "bordar com o gancho").
Ninguém tem a certeza de quando ou onde o crochê começou. Segundo os historiadores os trabalhos de crochê tem origem na Pré-história. A arte do crochê, como a conhecemos atualmente, foi desenvolvida noséculo XVI. 
A origem mais provável vem da técnica de costura chinesa, uma forma primitiva de bordado que foi difundida no Oriente Médio e chegou à Europa por volta de1700. Mas o crochê só começou a ser fortemente difundido em 1800. A francesa Eleonore Riego de la Branchardiere desenhou padrões que podiam ser facilmente duplicados e publicou em livros para que outras pessoas pudessem começar a copiar os desenhos. Os trabalhos com a técnica do crochê podem ser realizados com qualquer tipo de fio ou material, a depender da peça a ser executada - uma toalha delicada ou uma colcha, um casaco, um tapete resistente etc."
O que "eles" não sabiam é que mais tarde, o crochet veio a ser usado para  fazer bolachas lindas!

terça-feira, 28 de Outubro de 2014

Feijão verde salteado com bacon


Deixo uma sugestão bem simples, ao gosto cá de casa!


  • 0,5 kg de feijão verde cortado em fios finos
  • Meio pimento vermelho 
  • 1 cebola pequena
  • 2 dentes de alho
  • 50 gr de bacon
  • Sal Marnoto
  • Pimenta branca Suldouro
  • Azeite
  1. Dar uma breve cozedura ao feijão verde em água temperada com sal;
  2. Num wook saltear a cebola em rodelas, o alho picado e o bacon em tirinhas com o azeite;
  3. Junte o pimento em juliana e o feijão verde e envolva bem;
  4. Temperar com sal e pimenta e deixar cozinhar até o feijão verde estar ao seu gosto!

Os meus agradecimentos à Porcel (modelo Wave)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...