quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Já a planear o jantar para o Valentine´s Day ... Ceviche de Salmão Selvagem com Abacate


Se acha que não consegue prepara um jantar romântico, engana-se. E eu, dou-lhe uma ajudinha: para entrada prepare um delicioso Ceviche de Salmão Selvagem com Abacate. Nem vai precisar de ligar o fogão!


  • 200   de salmão selvagem vermelho do Alasca (sem pele e sem espinhas)
  •  1 abacate médio
  • 1 colher (sopa) azeite
  • ¼ de c de uma de cebola pequena, cortada em meias luas finas
  • 1 colher (café) de gengibre ralado
  • 1/2 limão pequeno
  • Coentros picados a gosto
  • Sal & Pimenta


  1. Cortar o abacate ao meio e retirar o caroço. Retirar a polpa, cuidadosamente, com uma colher e cortar a polpa em cubos;
  2. Cortar o salmão em cubos (mais ou menos do mesmo tamanho dos cubos de abacate);  
  3. Colocar o salmão num recipiente e juntar o azeite, a cebola, o gengibre, os coentros, o sumo e a raspa do limão. Temperar com sal e pimenta;
  4. Misturar tudo muito bem e deixar repousar cerca de meia hora;
  5. Juntar os cubos de abacate ao salmão e  envolver delicadamente;
  6. Servir o ceviche na casca do abacate e decorar com pequenas folhas de coentros e muito ... amor!

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Sockeye ... Selvagem ... do Alasca!

alaskaseafood.pt

A pesca no mar do Alasca é ambientalmente responsável e certificada. A Constituição do Estado do Alasca decreta que os peixes devem ser utilizados, desenvolvidos e mantidos com base no princípio de produção sustentável. A criação de peixe é proibida, ou seja, todos os peixes nativos têm de ser selvagens.
O Salmão do Alasca é pescado em alto mar. Não é criado em tanques, tem  uma alimentação natural, livre de rações e antibióticos. Esta alimentação natural e as grandes distâncias que percorre, faz com que o Salmão selvagem do Alasca não apresente veias de gordura, garantindo uma carne muito mais saudável e rica em Ômega 3. 


São cinco espécies do Salmão Selvagem do Alaska: Real, Vermelho ( Sockeye), Prateado, Keta e Rosado. Têm características que os distinguem, no entanto, todos vivem no mar e desovam na água doce. Os alevinos ( peixes recém saídos do ovo) nascem nos rios e adquirem maturidade ao longo de 1 a 2 anos em lagos no interior do Alasca. Depois migram para os estuários costeiros onde dão início a um período de 1 a 4 anos em água salgada. Com 4 a 6 anos de idade, regressam ao rio onde nasceram para se reproduzirem e morrerem.

 Na minha modesta opinião, o melhor salmão é o Sockey (vermelho), selvagem e do Alasca. Tem uma cor vermelha, intensa e natural. De textura delicada e com baixo teor de gorduras. A carne é suculenta e muito saborosa. O Salmão Vermelho é ideal para pratos de peixe cru. Pode ser cozinhado rapidamente, o que preserva a qualidade da sua carne. Também pode ser transformado por processos de defumação, o que lhe confere cor, textura e sabor excepcionais.

livestrong.com
Onde comprar?



quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

...porque um clássico é sempre um clássico ... camarão tigre grelhado com molho de manteiga


Digam lá meninas e meninos dos tachos e panelas que não andamos sempre a magicar como trazer novas combinações, novos sabores para as nossas mesas. No entanto, há alguns clássicos que acabamos por manter religiosamente a receita porque, para o nosso palato, ela é perfeita. Bem, estes tigres grelhados com molho de manteiga por cima, para mim, são um desses clássicos. É que não penso duas vezes em os fazer quase sempre assim. Digo quase sempre porque,  muito vez em quando, lá me autorizo a "mexer" na receita!!!


  • camarão tigre
  • sal
  • alho
  • limão
  • manteiga de boa qualidade (ou se preferir azeite)
  1. Deixar descongelar um pouco os camarões;
  2. Ainda um pouco congelados, abrir os camarões a meio (escalar) e temperar com sal, alho e um pouco de limão;
  3. Deixar marinar durante pelo menos 2 horas;
  4. Grelhar os camarões numa chapa (cuidado para não ficarem secos);
  5. Coloque os camarões numa travessa e regue com o molho de manteiga.
Molho de manteiga

Levar ao lume 3 partes de manteiga com 1 parte de sumo de limão e alho picado a gosto. Quando começar a ferver, apague e coloque por cima dos camarões.

E para acompanhar poderia ser ... Valle Madruga branco bem geladinho!

sábado, 30 de janeiro de 2016

Biscoitos de canela


Estes biscoitos são deliciosos e aguentam-se bastante tempo guardados numa lata ou num frasco de vidro. São ótimos para o lanche, para servir com um café ou para petiscar um docinho de vez em quando!


  • 250g de farinha
  • 120g de açúcar
  • 1 ovo (tamanho L)
  • 125g de Vaqueiro sabor a manteiga
  • 1 colher (chá) de canela
  • 1 colher (chá) de fermento em pó
  1. Bater o açúcar com o ovo inteiro, a vaqueiro e a canela até obter um creme;
  2. Adicionar a farinha e o fermento e misturar bem (o melhor será fazer esta tarefa com as mãos);
  3. Levar a massa ao frigorífico cerca de meia hora;
  4. Estender a massa em rolinhos de cerca de 6 cm;
  5. Espalmar os rolinhos com um garfo e depois passar por açúcar;
  6. Colocar os rolinhos num tabuleiro forrado com papel vegetal;
  7. Levar ao forno (180º) cerca de 10 a 12 minutos.