terça-feira, 30 de agosto de 2016

Gelado de nata e abóbora com crocante de amêndoa



 Ora bem, o que dizer sobre este gelado…

… parece que o verão se encontrou com o Outono numa sintonia perfeita. Adorei o resultado: tão fresco, crocante, Foi "testado" por crianças, adultos e pessoas mais velhas. TODOS adoraram. Ficou realmente delicioso. E é tão simples de fazer repleto de fios doces de abóbora e amêndoa caramelizada!!!



  •          300g de gelado de nata
  •         200g de Confeito de Abóbora com Praliné de Amêndoa da Casa Lucena Portugal.

Decoração:
  •          4 colheres (sopa) de açúcar
  •         50g de amêndoa palitada

  1. Retirar o gelado de nata do congelador por cerca de 10 minutos;
  2. Adicionar o confeito de abóbora ao gelado de nata e envolver grosseiramente;
  3. Voltar a colocar o gelado no congelador.

Decoração:

  1. Colocar o açúcar numa caçarola e levar ao lume médio para fazer caramelo. Atenção: não junte água e não mexa! Quando o açúcar começar a caramelizar nas beiras da caçarola, vá rodando a caçarola para os açúcares se misturarem!
  2. Coloque as amêndoas palitadas sobre uma folha de papel vegetal e regue com o caramelo. Deixe arrefecer e solidificar.
  3. Quando estiver sólido parta o praliné grosseiramente com uma faca.
  4. Agora, só tem de servir o gelado com um pouco do praliné de amêndoa por cima.








sábado, 27 de agosto de 2016

Pernil fumado, assado no forno com mel de rosmaninho, alecrim e tomilho


Isto foi, mais ou menos, assim:

Fomos ao supermercado (eu e o marido) com a intenção de comprar um peixinho para grelhar… 23 pessoas à nossa frente para serem atendidas! Enquanto eu esperava “impacientemente”, o meu marido, “impacientemente” foi dar uma voltinha pelo supermercado e, passados 5 minutos, volta e “ordena”: - " vamos embora, hoje vamos comer pernil fumado assado no forno!"


OK, tudo bem! Mas eu nunca comi e não estou a ver como cozinhar “isso”. E diz o marido: "procura na net!!!" E foi o que eu fiz! Achei esta receita deliciosa e aprovadíssima da Ana Pinheiro (até pelo Tomás, que para não comer carne arranja sempre uma desculpa). Quase que não alterei a receita, apenas acrescentei algumas aromáticas.

(para 4 pessoas)
  • 2 pernis de porco fumados
  • 20 batatas pequenas
  • 7 dentes de alho grandes
  • 1,5dl de vinho branco
  • 2 colheres (café) de pimentão doce
  • 2 colheres (sopa) de mel de rosmaninho
  • 1 colher (sopa) de salsa seca picada
  • 1 ramo de alecrim e tomilho
  • Azeite q.b.
  • Sal q.b.


  1. Cozer o pernil num panela de pressão, apenas com água, durante cerca de 45 minutos;
  2.  Cozer as batatas com a pele; Depois de cozidas, pegar num pano e dar um murro nas batatas;
  3. Dispor as batatas “esmurradas” no fundo de uma travessa que possa ir ao forno;
  4. Por cima das batatas colocar 4 ou 5 dentes de alho laminados, o pimentão, a salsa e metade do vinho branco;
  5. Colocar os pernis por cima das batatas e barra-los com o mel (por muito que lhe custe … o melhor é usar as mãos para esta tarefa);
  6. Colocar 1 alho laminado por cima de cada pernil, regar com azeite a gosto e refrescar com o vinho;
  7. Adicionar um raminho de alecrim e outro de tomilho;
  8. Levar ao forno (180º/200º) até que o couro do pernil fique bem tostado.



E para acompanhar este prato sugiro um Pousadela bem geladinho!



quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Panna Cotta com Abóbora e Praliné de Amêndoa


Em italiano Panna Cotta significa literalmente "nata cozida". É originária da região de Piemonte e é de confeção muito simples. Mas que não se engane, quem nunca a provou, com o “muito simples”. É uma sobremesa muito delicada e extremamente versátil. Versátil porque pode ser servida com o que a sua imaginação ou “vontade” do momento ou para o momento a que se destina: fruta fresca, calda de chocolate ou de caramelo salgado, lemon curd, compotas e outras coisas mais que, com toda a certeza se está a lembrar ao mesmo tempo que está a ler este post. 


Desta vez usei Confeito de Abóbora com Praliné de Amêndoa da Casa Lucena PortugalO confeito de abóbora com amêndoa é produzido de acordo com os métodos tradicionais de produção portuguesa: a abóbora é desfiada e em camadas são acrescentadas rodelas de laranja adicionando um aroma cítrico e criando assim um xarope requintado. Amêndoas torradas e caramelizadas complementam este produto dando-lhe um sabor único representativo do estilo de vida mediterrânico.

 Como dizia a minha avó “gaba-te cesta” mas a combinação foi perfeita. Sabores tradicionais Italianos e sabores tradicionais Portugueses em perfeita sintonia.





  1. Demolhar as folhas de gelatina num pouco de água fria, até ficarem moles;
  2. Colocar o leite, as natas e o açúcar numa caçarola e levar ao lume (sempre a mexer com uma vara de arames ou colher de pau);
  3. Quando começar a ferver, escorrer a gelatina e adicioná-la ao creme;
  4. Mexer até dissolver bem e retirar do lume;
  5. Colocar a panna cotta em copos ou taças e levar ao frigorífico até solidificar (2 a 3 horas)
  6. Antes de servir, coloque um pouco do confeito de abóbora com praliné de amêndoa por cima da panna cotta e decore com um pouco de amêndoa torrada. 



E se é daquele tipo de pessoa que diz… pois, pois, a receita é simples mas para mim nem por isso!!! Tipo “eu e o fogão somos incompatíveis”! No problem: Vá a um bom supermercado e compre panna cotta pronta a fazer (tipo a gelatina). Já existem alguns preparados para panna cotta razoavelmente bons no mercado. Só tem que seguir as instruções básicas do pacote, levar ao frigorífico, tirar do frigorífico, abrir o frasco de confeito de abóbora com praliné de amêndoa da Casa Lucena Portugal, colocar umas colheradas generosas por cima da panna cotta e … fatto!

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Gaspacho de Melancia & Tomate


Encontrei esta receita no site da Pumpkin. Ficou logo "debaixo d'olho". É realmente muito agradável. É um gaspacho mais suave do que os tradicionais e que agradou a todos até a alguns dos mais novos! Experimentem! Garanto que não se vão arrepender!



  • 600 g de tomate maduro em cacho
  • 500 gramas de melancia (pesada sem casca)
  • 40 gramas de cebola
  • 50 gramas de pimento amarelo e/ou laranja
  • 1 dente de alho pequeno … 4 ou 5 gramas são suficientes)
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 3 colheres de chá de vinagre de vinho
  • 1 colher de chá de sal grosso
  • 2 folha de manjericão (…ou mais se apreciar o sabor)

         Colocar todos os ingredientes no liquidificador e bater até obter um preparado muito cremoso.

         Agora tem duas opções:
  1. O resultado é um creme bastante denso, que pode servir bem fresquinho, num prato de sopa, com alguns croutons;

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Figos lampos com finas fatias de presunto e um excelente queijo de ovelha





Os figos Lampos são os primeiros a aparecer nas figueiras. São gordinhos, firmes, de sabor delicado e não são exageradamente doces. Perfeitos para usar em receitas salgadas, Desta vez trago uma receita muito simples, muito rápida de executar e bonita! Os seus convidados vão gostar do sabor mas também do aspeto ... e como todos nós já sabemos ... "os olhos também comem" e são muito gulosos!


  • 4 figos lampos (  primeiro fruto da figueira. A pele fina e o seu sabor são parecidos com os do figo, mas não é tão doce)
  • 4 fatias bem finas de presunto´
  • 4 cubos de queijo de ovelha da Casa Lucena Portugal
  • 4 colheres (café) do azeite em que o queijo está conservado
  • um toque de oregãos secos
  1. Cortar os figos em quatro (mas sem separar as partes)
  2. Abra ligeiramente e no meio coloque uma fatia de presunto;
  3. Salpico com um pouco de oregãos (não muitos)
  4. Colocar um cubo de queio de ovelha por cima do  presunto, grosseiramente esmagado com as mãos;
  5. Finalizar com uma colher (café) do azeite da conserva do queijo.




terça-feira, 2 de agosto de 2016

Brigadeiros de café e whisky ... porque os adultos também merecem um chocolatinho!!!


E que tal servir um brigadeiro de café e whisky com o café depois do almoço? Garanto que não se vai arrepender e vai arranjar uma “legião” de fãs. Da primeira vez fiz os brigadeiros só com café mas achei que lhes faltava “algo”. Repeti a receita mas desta vez dei-lhes um “upgrade” com whisky. Resultado: maravilhosos! Uma verdadeira iguaria , para adultos, claro!

  • 1 lata de leite condensado
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 1 chávena (chá) de chocolate (meio amargo) picado
  • 1 colher (sopa) de café solúvel de boa qualidade
  • 2 colheres (sopa) de whisky


  1. Dissolver o café no whisky (para dissolver melhor deve aquecer um pouco o whisky);
  2. Colocar todos os ingredientes num tacho e levar ao fogão, em lume brando, mexendo sempre até espessar e começar a abrir "estrada" no fundo do tacho;
  3. Colocar a massa numa tigela e deixar arrefecer. Tapar e levar ao frigorífico para ficar bem fria;
  4. Untar as palmas das mãos com um pouco de óleo e moldar pequenas bolinhas com a massa;
  5. Envolver as bolinhas em chocolate granulado, coco, pérolas de chocolate, drageias coloridas, etc, etc…;
  6.  Colocar em caixinhas de papel frisado.


NOTA: pode substituir o chocolate meio amargo por chocolate branco.

sábado, 30 de julho de 2016

20 anos de Viagem Medieval ... Parabéns!


A Viagem Medieval em Santa Maria da Feira, começou a 27 de julho e vai decorrer até 7 de agosto, e vai levar os visitantes de volta ao Reinado de D. Dinis, O Plantador de Naus.


"Santa Maria da Feira volta a ser um burgo medieval em que cavaleiros com pesadas armaduras empunham grandes espadas e disputam torneios.
Durante doze dias o centro histórico transforma-se numa grande feira da Idade Média em que marcam presença mercadores, artesãos, ferreiros, padeiros, almocreves e vendedores de licores. No interior do castelo, pode-se apreciar cenas da vida quotidiana da época e, no exterior, participar nos afamados festins e saborear as iguarias de outros tempos.
Pelas ruas, saltimbancos, músicos, malabaristas e cuspidores de fogo exibem as suas artes, fazendo com que os visitantes se sintam transportados no tempo.
" (fonte: visitportugal.com)

De salientar, claro está, os comes e bebes! Vá com tempo e leve a família a jantar à Viagem Medieval. As iguarias medievais são muitas: porco no espeto, javali, sopas, papas, pão tradicional, chouriças assadas, doces de comer e chorar por mais, tudo bem regado com branco ou tinto. A animação é constante, surpreendedora e contagiante. A não perder também é a zona SHUK, um espaço de sabores, onde pode apreciar a gastronomia Árabe.

Também pode comprar umas iguarias maravilhosas e levar para casa. Eu não resisti a estes pães-de-ló.





Depois das iguarias há muito por explorar: O estaleiro naval, o castelo d'Isabel, o castelo dos tormentos, subir às ameias, o arraial do castelo e a feira franca, os banhos de São Jorge e o lago dos feiticeiros, o milagre do bosque, o povoado, as ordens militares e o acampamento Castelhano, a estrabaria e a cetraria, o treino dos escudeiros e os arqueiros de D. Dinis, etc, etc!

Os meus parabéns a TODOS os que dão o seu melhor para que esta Viagem seja inesquecível. São muitos dias, meses, de preparativos e de amor à causa.




quarta-feira, 27 de julho de 2016

De volta com um ... Chocolate Sponge Cake ... porque os miúdos teimam em pedir bolos de chocolate!!!


Sim, eles teimam em pedir bolos de chocolate e eu ... faço-lhes a vontade! Pensando bem, nada melhor para uma criança do que um bolo de chocolate fofinho, com uma gulosa cobertura de chocolate e, já agora, algumas (muitas) pérolas de chocolate!
Aproveito para pedir desculpas por o blog ter andado em "banho-maria" ... mudar de casa é difícil e ainda existem muitos sacos e caixotes na garagem por arrumar ...

Então aqui fica mais uma receita de bolo de chocolate! Se estava bom? - bem, penso que sim ... desapareceu em poucos minutos!!!

  • 175g de manteiga à temperatura ambiente
  • 175g açúcar
  • 3 ovos grandes
  • 150g farinha (peneirada)
  • 50g cacau (peneirado)
  • 1 colher (chá) fermento em pó
  • 1 colher (chá) extrato de baunilha
  • 1 pitada de sal

 
Cobertura
  • 100g de chocolate negro
  • 100g de manteiga


  1. Colocar todos os ingredientes num recipiente e misturar tudo com uma colher de pau durante cerca de 1 minuto ... dificílimo...;
  2. Colocar a massa numa forma untada e enfarinhada e levar ao forno, pré aquecido, até estar cozido (fazer o teste do palito);
  3. Depois de cozido, retirar do forno, deixar descansar 5 minutos na forma e depois desenformar com cuidado.

Para a cobertura:
  1. Colocar o chocolate partido em pedaços pequenos e a manteiga aos cubos numa taça. Colocar a taça sobre outra taça com água a ferver.
  2. Com uma colher de pau,  mexer o chocolate com a manteiga até derreter;
  3. Deixar arrefecer cerca de 15 minutos;

Cobrir o bolo com a cobertura morna e decorar a gosto ... desta vez foi com pérolas de chocolate negro, de leite e branco! Yammy!