sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Keep it simple ... Dourada no forno com tomilho e alho!



Douradas no forno, aromatizadas com alho e tomilho … uma refeição equilibrada e muito saborosa.


  • 3 douradas
  • 4 batatas grandes
  • 2 cenouras
  • Uma cebola grande
  • 4 dentes de alho
  • Tomilho fresco a gosto (usei tomilho já cortado da Aromáticas Vivas, muito prático!)
  • Pimentão doce
  • Sal
  • Azeite

Descascar as batatas e cortar em cubos;

Descascar as cenouras e cortar em rodelas;

Cortar a cebola em rodelas grossas;

Colocar os legumes num tabuleiro e temperar com sal e tomilho a gosto;Regar com um fio de azeite;




Dispor as douradas por cima dos legumes;

No interior de cada uma colocar um pouco de alho e tomilho;




Temperar o peixe com sal e com colorau;

Regar o peixe com um pouco de azeite;

Levar ao forno até o peixe estar assado;




Sirva o peixe polvilhado com um pouco de tomilho.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Torta de batata, cenoura & cebolinho … com recheio de queijo creme, fiambre e paio York (…ou outra coisa que lhe apetecer!)



Aqui está uma receita divertida de fazer. O resultado agrada a miúdos e graúdos. Leve toda a família para a cozinha e deitem mãos à obra! Quanto ao recheio: sejam criativos!~
 Esta foi confecionada pelo meu mais que tudo… sim, porque cá em casa os homens também cozinham… e muito bem!

  • 8 batatas médias raspadas (cruas)
  • 2 cenouras raspadas (cruas)
  •  cebolinho fresco  a gosto
  • 6 ovos
  • 1 cebola médica picada
  • 1 dente de alho raspado
  • 200gr Queijo creme com ervas e alho
  • 6 fatias de fiambre (não muito fino)
  • 8 fatias de paio York
  • 100g de queijo ralado 
  • Sal & pimenta

Misturar as batatas com as cenouras, o cebolinho, os ovos batidos, a cebola e o dente de alho. Misturar tudo muito bem com a colher de pau e temperar com sal e pimenta.
Colocar uma folha de papel vegetal sobre um tabuleiro. Dispor a mistura anterior sobre o papel vegetal e alisar;
Levar ao forno para cozer (180º)




Retirar do forno e barrar com o queijo creme;





Por cima, dispor as fatias de fiambre e paio York;



Enrolar com cuidado, com a ajuda do papel vegetal;





Colocar o queijo ralado por cima e levar ao forno para gratinar e alourar ligeiramente o queijo ralado.





quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Salada de Funcho, Beterraba, Queijo Feta...



Já experimentaram bolbo de funcho? Não? - têm, obrigatoriamente de experimentar. Os meus filhos disseram logo: "Mãe, isto sabe a rebuçados da tosse!". Digamos que o seu sabor nos remete para o anis.
"O funcho tem propriedades terapêuticas contra a tosse e contra o muco, mas também é um excelente digestivo, que acalma as cólicas do estômago e é utilizado para diminuir as cólicas dos bebés em chás ou através da alimentação da mãe. Mas esta raiz de sabor a anis não serve só para curar tosses e dor de barriga. O funcho quando consumido cru, é crocante e sumarento, de sabor fresco e doce, e quando é cozinhado, é macio e sedoso.
O bolbo de funcho pode ser consumido cru, fatiado fininho em saladas, em sumos, e em sopas frias, mas tanto o bolbo como os caules também ficam deliciosos em sopas quentes, salteados, assados no forno e em estufados. A rama do funcho é perfeita para temperar peixe e como decoração dos pratos.
O funcho é composto por mais de 90% de água e também é rico em fibra, o que o torna num alimento excelente para combater o inchaço e a retenção de líquidos. Esta raiz também é rica em vitamina C, que ajuda a melhorar os estados de gripes, tosses e constipações. A sua acção digestiva é muito eficaz para aliviar as dores de estômago, e o funcho ainda contém vários componentes anti-oxidantes e anti-inflamatórios". (in difrent.com)

Esta salada é ótima para servir como entrada, para acompanhar carnes grelhadas ou poderá ser uma refeição leve.



  • 1/2  bolbo de funcho
  • 1/2 beterraba crua
  • cerca de 100 gr de queijo feta
  • 1 colher (sopa) de creme de vinagre balsâmico
  • Um fio de azeite
  • Flor de Sal q.b.
  1. Descasque a beterraba;
  2. Com a ajuda do cortador de legumes da Borner, corte a beterraba e o funcho em fatias muito finas;
  3. Num prato de servir coloque as fatias de beterraba e tempere com Flor de Sal;
  4. Por cima coloque o funcho fatiado;
  5. Coloque o queijo feta por cima, em pedaços, partidos grosseiramente;
  6. Tempere com o creme de vinagre balsâmico, a Flor de Sal e um fio generoso de azeite;
  7. Decore com um pouco da rama do funcho.






domingo, 12 de fevereiro de 2017

Valentines's Breakfast ... em 5 minutos!


Dia dos namorados a meio da semana, não vale! Isto devia de ser ao sábado ou ao domingo. Em dias que passam mais devagar, dias mais longos e calmos. Dias em que não é preciso despertadores, mochilas e horários a cumprir... Mas, é o que temos! Sendo assim, decidi dar-vos uma sugestão de um pequeno almoço "in love" e "in 5 minutos"... pouco mais ou menos! Acho que se deixarem os ingredientes e utensílios em cima da banca da cozinha, só terão que se levantarem cerca de 15 minutos mais cedo para para "brilharem" com o/a "mais que tudo"!!!
Ok, Ok... a rosa de maçã é melhor fazerem de véspera (façam de véspera, coloquem na forma, guardem no frigorífico e de manhã é só assar no forno)

No tabuleiro temos:

Café
Sumo de laranja natural
Torradas coração com azeite e flor de sal
Tosta com ovo
brownie de chocolate 30'
Rosa de maçã

Rosas de Maçã



Para fazer as rosas, não vou inventar, só têm que seguir à risca as indicações do blog Cooking With Manuela ! Explicar melhor do que ela ... seria impossível!




Torradas Coração com azeite e Flor de Sal



Vai precisar de fatias de pão de forma, um cortador de biscoitos em forma de coração, azeite e flor de sal.
Estou mesmo a ver que já descobriram como se faz, certo? - Cortar corações de pão de forma, pincelar com azeite e levar ao forno. Servir quentinhas, polvilhadas com um pouco de Flor de Sal.



Tosta com Ovo


Pegue numa das fatias de pão de forma a que retirou os corações, coloque-a num prato que possa ir ao forno, barre-a com manteiga e parta um ovo para o centro. Leve ao forno até o ovo estar cozido. Retire do forno, tempere com um pouco de Flor de Sal e dê-lhe uma "gracinha" com um pouco de cebolinho.

Brownie de Chocolate (30 segundos)


E para terminar...
Numa taça que possa levar ao microondas coloque 1 colher (sopa) de farinha, 1 colher (sopa) de açúcar mascavo (ou outro qualquer), 1 colher (sopa) de cacau e uma pitada de sal. Misture bem. Agora adicione 1 colher (sopa) de água e outra de óleo. Misture tudo muito bem com uma colher. Leve ao microondas, na temperatura máxima, durante 30 segundos. Sirva morno. Tão bom!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Esparguete com "Pesto" de Salicórnia


A salicórnia é uma planta halófita (ou seja, é tolerante à água salgada). Cresce espontaneamente em ambientes salinos, como sapais. Antigamente era “encarada” como uma erva daninha e utilizada para rações. Hoje em dia é considerada uma erva gourmet, utilizada em grandes cozinhas por chefs conceituados.
Mede entre 30 a 40 centímetros e, visualmente, é parecida com espargos verdes, daí também ser conhecida por espargos do mar.  Vários estudos científicos internacionais indicam que possui diversas propriedades medicinais, tais como atividade anti-oxidante, anti-tumoral, diurética e repositora de eletrólitos.
Esta planta é cultivada  em França e no Reino Unido, e é muito consumida na Holanda. Em Portugal  podemos encontra-la  ao longo da nossa costa, mais frequentemente nas margens dos canais da ria de Aveiro e Ria Formosa, Algarve e na Figueira da Foz.

A que usei na receita é da Figueira da Foz. É um projeto de um jovem empreendedor, o Nuno Ricardo Marques, que aposta em salicórnia selvagem, nacional e certificada … sem estufas, sem químicos. 





  • 1chávena de salicórnia
  • 1 punhado de nozes descascadas
  • 50g de queijo da ilha
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 1 dente de alho picado
  • 150g de esparguete
  • Sal & Pimenta


  1. Misturar a salicórnia com as nozes, o azeite e o alho;
  2. Com a ajuda da varinha mágica triturar tudo grosseiramente (objetivo: pequenos pedacinhos de todos os ingredientes); temperar com sal e pimenta;
  3. Cozer o esparguete em água e sal;
  4. Escorrer o esparguete e incorporar imediatamente o “pesto” de salicórnia;
  5. Decorar com algumas nozes.







sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

(Não sei se vão ser capazes de fazer isto) ... Bolo (simples) de Chocolate no liquidificador.



Qual é o bolo preferido dos meus rapazes?  - Bolo de chocolate, claro está! Confesso que tenho várias receitas de bolo de chocolate. Esta é para quando estou com pressa, sem tempo ou, simplesmente com preguiça. Só temos que “enfiar” com todos os ingredientes no liquidificador e … carregar no “on”!!! 

Simples, rápido e delicioso.


  • 3 ovos
  • 1 chávena de leite morno
  • 2 chávenas de açúcar
  • 1 chávena de chocolate em pó
  • 2 chávenas de farinha
  • 4 colheres (sopa) de óleo
  • 1 colher (sopa) de fermento


  1. Colocar todos os ingredientes (exceto o fermento) no liquidificador e bater até obter uma massa homogénea.
  2. Adicionar o fermento manualmente;
  3. Colocar a massa numa forma untada e enfarinhada e leve ao forno, pré aquecido a 180º, durante cerca de 45 minutos.



terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Um delicioso e simples ... Patê de Sardinha!



Coisas simples são sempre boas. Adoro patê de sardinhas e é tão fácil de fazer. Só temos que ir à dispensa, "agarrar" alguns ingredientes ... varinha mágica, processador ou, até mesmo, liquidificador e ... já está! Um delicioso patê de sardinha!




  • 120 g. de sardinhas em oleo vegetal (enlatadas)
  • 1 chalota picada
  • 1 tomate seco (pequeno)
  • 2 colheres (sopa) de salsa picada
  • 1/2 chávena de maionese
  • raspa e sumo  de 1/2 limão
  • Piri-piri q.b.
  • 1 colher (sopa) de Brandy 
  • Sal & pimenta q.b.

  1. Escorrer as sardinhas (reserve o óleo);
  2. Num processador de comida colocar todos os ingredientes e junte metade do óleo da lata das sardinhas;
  3. Triturar até obter uma pasta cremosa;
  4. Temperar com sal & pimenta;
  5. Servir com … tostas … palitos de legumes … broa de milho … etc & tal! 






sábado, 28 de janeiro de 2017

Bolo de arroz, damascos e nozes com glacê de limão... e uma entrevista para a revista Portugal de Sabores & Tradições



Foi com enorme satisfação que aceitei o desafio da quinta edição da revista Portugal de Sabores  & Tradições. O Segredo de 3 desta edição era o … arroz,  um ingrediente fundamental na alimentação mundial, uma vez que é uma planta que alimenta mais de metade da população humana e tem origens na Ásia.
A minha entrevista…

Como surgiu a ideia de criar o blog "Flor de Sal"? Porquê este nome?

“O blog começou em 2007 como uma brincadeira e foi encarado durante algum tempo como um livro de receitas virtual. Com o passar do tempo, verifiquei que o blog tinha seguidores de verdade. Pessoas que reproduziam as minhas receitas, que davam sugestões, que tinham dúvidas. Aqui começou o verdadeiro entusiasmo pelo blog! Transformei-me numa verdadeira “foodie”, entendendo “foodie” como alguém que gosta de comer e beber, mas não só. Alguém que gosta de tudo o que está relacionado com ingredientes, confeção e transformação de alimentos, utensílios de cozinha, etc & tal!
 “Flor de Sal” porque adoro flor de sal. É um ingrediente transversal. Está sempre em cima da banca, pronto para ser usado em doces e salgados. Nunca me arrependi do nome do blog, continuo “apaixonada” por ele!”

- Qual a principal característica que destaca no blog?

“O subtítulo do blog é “Food & Stuff”. Acho que define bem o conceito do blog: sim, é sobre receitas… e outras coisas, geralmente relacionadas com “comes & bebes”.  No blog gosto de partilhar as minhas experiências entre tachos e panelas. Para o meu “público” dou o meu melhor, mesmo que tenha de confecionar a mesma receita, 2, 3, 4, 5 vezes, até chegar à minha receita perfeita.


- Quais os projetos e parcerias que já realizou no âmbito do blog?
Quanto a parcerias sou cada vez mais exigente. Gosto de trabalhar com marcas portuguesas que admiro pela qualidade e pelo conceito. Quando faço referencia a um produto ou marca os meus leitores têm a certeza que o experimentei e que gostei.
Os meus projetos estão, quase sempre relacionados com a minha profissão. Sou professora e trabalho diariamente com crianças e jovens especiais. Através da culinária podemos desenvolver inúmeras competências. A culinária funcional faz parte dos meus projetos atuais e futuros.”


- Como define a receita que desenvolveu para a rubrica? Como surgiu a receita?
“É uma receita diferente, saudável, sem glúten e muito fácil de fazer!
Optei por este bolo de arroz, alperces e nozes porque … é delicioso, muito simples de fazer e saudável. Surgiu da necessidade de presentear uma amiga muito especial, que adora bolos, mas é intolerante ao gluten. Ela adorou e eu consegui uma receita de bolo fantástica, que agrada a todos! Ficamos as duas a ganhar!”
Sim, e partilhar uma página com a  Maria João Leal, do blog Ponto de Rebuçado e a Mariana Neves, do blog Chá e Girassois foi uma alegria!

  • 225 gr de arroz carolino cru
  • 100 gr de damascos secos
  • 125 ml de óleo
  • 50 gr de nozes
  • 150 gr de açúcar moreno
  • 4 ovos
  • 1 colher (sopa) fermento



  1. Colocar o arroz de molho, em água morna, durante 4 horas;
  2. Ao fim das 4 horas, escorrer bem o arroz;
  3. No liquidificador, colocar o arroz, os damascos e as nozes em pedaços, o óleo, o açúcar e os ovos;
  4. Bater tudo muito bem até obter um preparado macio e homogéneo;
  5. Retire a massa do liquidificador e envolva o fermento;
  6. Levar ao forno (180º), numa forma untada e enfarinhada até estar cozido (fazer o teste do palito.

Glacê de limão

  1. Misturar, aos poucos, cerca de 2 colheres (sopa) de sumo de limão a 100gr de açúcar em pó até obter uma mistura grossa.
  2. Colocar esta mistura por cima do bolo.






quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Bacalhau no forno com Maionese



Esta é a versão cá de casa de Bacalhau à Zé do Pipo. Também pode ser feita com bacalhau lascado… Uma boa sugestão para “temperar” este frio!!!

  • 4 postas de bacalhau
  • Leite q.b.
  • 1 folha de louro
  • 1 cebola grande
  • 3 dentes de alho
  • 200 ml de azeite
  • 100ml de maionese
  • Puré de batata


  1. Cozer o bacalhau em leite e reservar;
  2. Cortar a cebola em rodelas e picar os alhos; Levar ao lume com o azeite e a folha de louro;
  3. Deixar cozinhar até a cebola começar a ganhar cor;
  4. Adicione à cebola cerca de 5 colheres (sopa) do leite de cozer o bacalhau e tempere com sal e pimenta;
  5. Quando levantar fervura, deixar ferver durante 1 minuto e apagar o lume;
  6. Colocar um pouco da mistura de cebola no fundo de uma assadeira;
  7. Por cima dispor as postas de bacalhau cozidas;
  8. Colocar o resto da cebola por cima do bacalhau e, colocar por cima disto, uma camada fina de maionese;
  9. Colocar o puré de batata na assadeira e pincelar com gema de ovo;
  10. Levar ao forno pré-aquecido (180º) até gratinar!


domingo, 22 de janeiro de 2017

Perninhas de frango aromatizadas com sálvia e vinagre balsâmico … e macarronete com legumes salteados!



Cozinhar todos os dias é … um stress! Não concordam? Por vezes chego ao fim da tarde e, ops, nada planeado para o jantar!!! Sim, eu devia de fazer um plano semanal dos almoços e dos jantares. Seria uma grande ajuda. No entanto, confesso… sou uma pessoa com tendência para a desorganização, para o “em cima do joelho”. E  “em cima do joelho” apareceram estas perninhas de frango, aromatizadas com sálvia e vinagre balsâmico. Sálvia fresca, da Aromáticas  Vivas, sempre à mão. Tenho também de salientar a preciosa ajuda do cortador de legumes da Borner, que corta tudo em segundos!

  • 8 perninhas de frango
  • 2 dentes de alho
  • 6 folhas de sálvia
  • 150 ml de vinho branco
  • 10 ml de vinagre balsâmico
  • Sal & Pimenta


  1. Pré aquecer um tacho anti aderente; Quando estiver quente colocar as perninhas de frango (numa só camada
  2. Baixe um pouco o lume sele as perninhas;
  3. Quando estiverem com a pele dourada, junte os alhos esmagados, as folhas de sálvia, o vinagre balsâmico e o vinho branco. Tempere com sal e pimenta;
  4. Baixe de novo o lume e deixe cozer até o frango tenro. (se necessário, vá acrescentando um pouco de água para o frango não colar ao tacho.




Acompanhamento:

  • Meia curgete
  • 1 cenoura
  • 150g de cogumelos
  • 1 cebola média
  • Meio pimento vermelho pequeno
  • 2 dentes de alho 
  • 200 g de macarronete cozido
  • Azeite, sal e pimenta q.b.



  1. Com a ajuda do cortador de legumes da Borner, corte a cebola, o pimento e o pimento às rodelas e a curgete e a cenoura em palitos;
  2. Num wok, coloque a cebola, os alhos esmagados e um fio de azeite e deixe cozinhar;
  3. Quando a cebola começar a ganhar cor, adicione os restantes legumes, tempere com sal e pimenta e deixe cozinhar um pouco (não muito, os legumes devem ficar crocantes);
  4. Adicione o macarronete cozido aos legumes, envolva e tempere com sal e pimenta. Deixe cozinhar durante um minute e retire do lume.