quarta-feira, 8 de junho de 2016

Lemon Curd ... love it or hate it?!


Há quem goste … há quem deteste! Um dia destes estava numa festa e adorei o bolo de aniversário! Era um delicioso bolo de chocolate recheado com um delicioso Lemon Curd! Para mim a combinação era perfeita! No entanto, diz-me uma das convidadas: - “Ó Paula, não achas que este bolo está esquisito? Tem um travo amargo! Não consigo comer isto!”. Pois… o que para uns é delicioso, para outros é horrível! Eu adoro Lemon Curd. É ótimo para “equilibrar” bolos muito doces, para comer com iogurte ou, confesso, às colheradas!!! Esta receita anda cá por casa à muito tempo mas, se não estou enganada, a receita é da Teresa Rebelo do blog Lume Brando.

        (para cerca de 350 ml)
  • 100 ml de sumo de limão
  • 1 colher de sopa de raspa de limão
  • 3 ovos
  • 150 g de açúcar
  • 60 g de manteiga à temperatura ambiente


  1. Misturar bem os ovos com o açúcar e o sumo de limão;
  2. Levar ao lume, em banho-maria, mexendo sempre até engrossar;
  3. Retirar do lume e adicionar a manteiga e a raspa de limão, envolvendo bem;
  4. Colocar em frascos esterilizados, tapar e colocar no frigorífico.


     DICAS:
  • Conserva-se até 15 dias no frigorífico;
  •  Pode ser congelado;
  • Também fica muito agradável  se adicionar um pau de canela à mistura de ovos e açúcar enquanto está a cozer em banho-maria!





quinta-feira, 2 de junho de 2016

Um Bolo Zebra, de claras, para alegrar o dia...





“Meninos, hoje temos um bolo Zebra!” –“ um bolo zebra? Mas isso não parece uma zebra!!!”


No momento em que partimos a primeira fatia de um bolo zebra é sempre uma emoção. Principalmente quando o bolo foi feito especialmente para um grupo de crianças. Ficam sempre impressionadas com as risquinhas do bolo e, percebem, instantaneamente o porquê de o bolo se chamar Zebra. E claro está: bolo de chocolate, com cobertura de chocolate branco, pintarolas e maltesers tem tudo para fazer as crianças felizes!


  • 12claras de ovo
  • 375g de açúcar
  • 280g de farinha de trigo fina para bolos + 3 colheres (sopa, rasas) de farinha180 ml óleo
  • sumo de 2 laranjas médias
  • 1 colher (chá) de fermento em pó
  • 1 colher (sopa) de cacau em pó
  • 2 colheres (sopa) de chocolate em pó

      Cobertura
  • 200 gr de chocolate branco
  • 1 pacote de natas


  1. Bater o açúcar com as claras até obter um merengue bem firme;
  2. Adicionar o óleo, a farinha e o sumo de laranja (aos poucos e alternadamente). Envolver tudo com uma colher de pau (sem bater)
  3. Dividir a massa em duas partes iguais;
  4. A uma das partes adicionar o cacau e o chocolate, envolvendo bem;
  5. Á outra parte da massa adicionar as 3 colheres de farinha e envolver;
  6. Forrar uma forma sem buraco com papel vegetal;
  7. Colocar uma colher de massa branca no centro da forma,  em seguida colocar uma colher de massa de chocolate por cima da massa branca e assim, sucessivamente, até terminarem ambas massas
  8.  Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC e deixe cozer aproximadamente 45 minutos.
  9.  Depois de cozido, retire do forno e desenforme.


      Cobertura
  1. Partir o chocolate em pedaços e colocar num tacho com as natas. 
  2. Levar ao lume (bem brando) até o chocolate derreter e o creme engrossar um pouco.




sexta-feira, 27 de maio de 2016

Gelado de Iogurte Grego e Frutos vermelhos... yammy!!!


Poderia começar a falar do verão e dos gelados ... mas não estaria a ser muito sincera. Em minha casa sempre se comeu, come e, acho que, comerá gelados o ano inteiro. Não tenho culpa: é hereditário! O meu pai também adora gelados e um geladinho, em pleno inverno, com os pés à lareira é um must! Esta receita surgiu porque queríamos gelado e o congelador estava vazio! E ainda bem que estava pois a receita resultou bastante bem!


  1.  Misturar o iogurte com o leite condensado, envolvendo bem;
  2. Colocar este preparado num recipiente quadrado e levar ao congelador durante cerca de duas horas;
  3. Depois de passadas as duas horas, retirar o gelado do congelador e colocar por cima a compota de frutos vermelhos;
  4. Envolver ligeiramente a compota no gelado, formando um marmoreado;
  5. Voltar a levar ao congelador até ao momento de servir.
  6. Na hora de servir ... use a imaginação! O da foto foi servido com muesli e compota de frutos vermelhos!

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Folhados de Alheira e Maçã


Estes folhados de alheira e maçã são muito versáteis. Podem ser servidos como uma entrada, podem ser um rico lanche, ótimos para levar para um picnic e sempre apreciados em festas. Melhor ainda é que fazê-los é muito fácil e rápido. Podem até contar com a ajuda dos mais pequenos para medir os quadradinhos. Sim! Eu meço os quadradinhos de massa folhada! Podem chamar-me "picuinhas" mas ... ficam muito mais bonitos todos certinhos, do mesmo tamanho! Se levarem os miúdos para a cozinha, aproveitem e "explorem" a matemática: "Se eu dividir a massa em quadrados de 6 cm, com quantos quadrados fico?", "Se eu quiser dobrar a receita, qual a quantidade dos ingredientes?, "Se eu quiser dividir os folhados por 8 pessoas, quantos dá a cada um?" ... e por ai fora!

  • 1 base de massa folhada, de preferência quadrada;
  • 1 alheira,
  • 1 maçã pequena
  • 1 gema de ovo


  1. Estender a massa folhada, sem retirar o papel vegetal e cortar quadrados (os meus têm 6 cm);
  2. Retirar a pele à alheira;
  3. Descascar a maçã e cortar em quadradinhos pequenos;
  4. Colocar a massa da alheira num tacho com os cubos da maçã e deixar cozinhar até a maçã ficar macia;
  5. Colocar sobre cada quadrado de massa folhada um pouco do recheio de alheira e maçã;
  6. Fechar os folhados unindo as pontas duas a duas;
  7. Pincelar com gema de ovo;
  8. Levar ao forno até que fiquem douradinhos;
DICA: coloque os folhadinhos no frigorífico, cerca de meia hora, antes de irem ao forno. Desta forma a massa folhada vai ficar "bem folhadinha"!


segunda-feira, 23 de maio de 2016

Tenho um cabaz delicioso para te oferecer...


Gosto muito de receber presentes mas também adoro dá-los. Por isso o meu Flor de Sal, em parceria com a Casa Lucena Portugal, tem  um presente para ti, cheio de sabores e tradições de Portugal:

  • Um cabaz com uma Garrafa de Azeite Virgem Extra Premium 500ml, 
  • um doce Extra de Ameixa 420g, 
  • um doce Extra de Marmelo 155g  
  • um doce Extra de Abóbora com Amêndoa 155g.


 A Casa Lucena - Portugal une alta qualidade e excelência aos produtos regionais selecionados que compõem a sua gama contemporânea Gourmet. Os seus produtos realçam o que de mais típico se encontra em cada região abrindo-se num bouquet de charme, onde se misturam as tradições com os seus aromas e sabores.
São vários os pequenos produtores certificados que fornecem a Casa Lucena - Portugal para que a alta qualidade seja sempre garantida e a satisfação, sempre superada. Criou-se assim um ponto de encontro entre apreciadores e artesãos conhecedores das tradições gastronómicas portuguesas.
Para participar, clica nesta ligação: AQUI

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Bolo mármore ... e para "piorar" as coisas ... com cobertura de chocolate e amendoim!


Fazer um bolo bonito e bem “guloso” pode não ser uma tarefa tão complicada como às vezes pode parecer. A maioria de nós tem uma ou duas receitas de bolo das que podemos chamar de SOS. Quero eu dizer, que temos aquelas receitas de bolo que resultam sempre bem. Então é só fazer um desses bolos (pão de ló, bolo de chocolate, de laranja, etc & tal) e colocar sobre um prato bem bonito, cobrir com um creme guloso e decorar com algo que esteja à “mão”! Desta vez resolvi fazer o bolo de mármore. Esta receita anda cá por casa à muito tempo. Sai sempre bem! Penso que a receita é da Isabel Rafael, do blog Cinco quartos de Laranja.  Cobri o bolo com chocolate e amendoim. Ficou bonito, não acham?

  •  200 g de açúcar
  • 200 g de farinha
  • 150 g de manteiga
  • 4 ovos
  • 150 g de chocolate em pó
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • Cobertura de chocolate
  • Amendoins q.b.

  1. Bater muito bem a manteiga com o açúcar até obter um creme bem homogéneo e fofo;
  2. Adicionar os ovos um a um, batendo sempre;
  3. Adicionar a farinha peneirada com o fermento (sem bater);
  4. Dividir a massa em duas partes;
  5. Misturar numa das partes, o chocolate em pó.
  6. Colocar a massa, alternadamente e às colheradas, numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha; 
  7. Levar ao forno para cozer.
  8. Depois de frio, cobrir com chocolate. Usei ESTA receita e decorar com bastantes amendoins! 


terça-feira, 10 de maio de 2016

Semifrio de Mel de Flores Silvestres & Amêndoa


Aqui está uma sobremesa delicada, suave e com um aroma a flores silvestres inconfundível. Testei a receita duas vezes até que cheguei ao "ponto" que queria ... um semifrio muito delicado e diferente!

Base de pão de ló

  • 3 ovos
  • 75 gr de farinha
  • 75 gr de açúcar
  • 1 colher (café) de fermento
  • 2 colheres (sopa) de sumo de limão
Creme de mel
  • 300 ml de natas para bater
  • 120 ml de mel de flores silvestres (usei da Casa Lucena Portugal)
  • 1 ovo
  • 4 gemas
  • 5 folhas de gelatina incolor
Decoração
  • 100 gr de amêndoa laminada, torrada
  1. Primeiro fazer a fase: bater as gemas com o açúcar até obter uma massa homogénea e fofa;
  2. Juntar a farinha, o fermento e o sumo de limão;
  3. Por último, adicionar as claras batidas em castelo;
  4. Colocar numa forma de fundo amovível, forrada com papel vegetal e levar ao forno a cozer em lume médio;
  5. Depois de cozida, desenformar e deixar arrefecer.
  6. Para o creme: Bater as natas até ficarem firmes e reservar;
  7. Misturar o mel com o ovo e com as gemas;
  8. Bater esta mistura (manualmente) em banho Maria até ficar bem cremoso;
  9. Adicionar as folhas de gelatina, previamente demolhadas em água fria, e mexer bem até estar completamente dissolvida;
  10. Retirar do fogo e misturar, suavemente, com as natas;
  11. Voltar a colocar a base de pão de Ló dentro da forma de fundo amovível (novamente forrada com papel vegetal)  e colocar o creme por cima;
  12. Levar ao frigorífico durante, pelo menos, 4 horas;
  13. Desenformar, com cuidado (se necessário mergulhe a forma, rapidamente em água quente) e decore com a amêndoa laminada;
  14. Servir bem frio!